Arquivo da tag: China

Crescimento do Brasil X China – desfazendo alguns mitos

Esse rápido texto/comentário surgiu com esse post do Paulo Nogueira, intitulado “Porque a China cresce mais do que o Brasil”

Respondi no Twitter que, sem desmerecer o post (ele postou o link, e a publicação parece mesmo ser bem interessante) e sem dizer que é a única explicação, é preciso considerar que a China tem um PIB per capita (por pessoa) mais baixo que o brasileiro, o que explica como, partindo de uma população mais pobre, é mais fácil crescer percentualmente mais do que o Brasil.

Recebi essa resposta.

“@pnogueira56 @ZeKley Não adianta buscar desculpas para explicar por que a China cresce mais que o Brasil. Logo mais é a maior economia do mundo …”

Então, PIB per capita não é desculpa, é matemática, explicação.

A população brasileira é de 201 milhões de habitantes, e nosso PIB está em 2.194 bilhões de dólares. PIB per capita de 10.915 dólares.

A população chinesa é de 1 bilhão e 330 milhões de habitantes. O PIB deles é de 9.854 bilhões de dólares. PIB per capita de 7.409.

O PIB per capita americano é em torno de 47 mil, e o PIB deles esté em 14,7 trilhões de dólares.

Se a nossa população fosse do tamanho da chinesa (cruzando o PIB per capita brasileiro com a população chinesa), nosso PIB já seria quase igual ao dos Estados Unidos (14,5 trilhões) e quase 50% maior que o PIB atual da China…

Quando eles crescem 9%, fazendo uma conta rude, sem cruzar dados de crescimento demográfico ou variações de câmbio, o PIB por pessoa deles cresce 666 dólares. Quando crescemos 5%, o nosso PIB por pessoa cresce 545 dólares. Relativiza muito a diferença de ritmo de crescimento.

Ou seja, esses dados e reflexões brutos sobre crescimento “em ritmo chinês” precisam ser ponderados. As vezes se esquece o básico ao analisá-los!

Não nego que a China tem um planejamento econômico muito melhor que o nosso, assim como sua ação comercial-diplomática no exterior é melhor que a nossa, seu sistema educacional está formando mais pesquisadores e gerando mais tecnologia que a gente, seus juros são mais baixos, sua política de câmbio favorece suas exportações e eles tem poupança interna para sustentar seus investimentos. Ou a importância da crítica pontual do post sobre promoção no Fórum Econômico Mundial em Davos (que sinceramente, acho relativa, o Brasil não tem tido problema algum em atrair investimentos produtivos ou não).

Mas talvez valha adicionar que as reflexões deles sobre crescimento talvez também sejam melhores que as nossas…

E que ao se fazer apologia do crescimento chinês em relação ao brasileiro (que não anda mal) desconsideramos:

1 – que é um país ainda muito mais pobre que o nosso, e onde a desigualdade cresce, enquanto no nosso diminui

2 – que os direitos e condições de vida dos trabalhadores são péssimas

3 – que não há democracia ou ampla garantia de direitos (individuais e até de propriedade)

4 – Corrupção, presença excessiva do estado na economia, falta de alternância de poder etc…todos esses questões que aqui se critica, na China são muito, mas muito piores que aqui.

Resumindo: eles não são esse céu todo em termos de crescimento, nem nós esse inferno todo.

Fonte dos dados: CIA Factbook
PIB: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook//rankorder/2001rank.html
População: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2119rank.html
PIB per capita https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/rankorder/2004rank.html

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O pré-sal, China, Estados Unidos e a “nova corrida espacial”…

Soube desse artigo pela excelente coluna Toda Mídia, de Nelson de Sá, na Folha de S.Paulo (a melhor coisa do jornal). Ela é de um relatório para investidores e mostra de forma seca e direta, questões como “tudo que emprestarmos aos brasileiros será pago no prazo e com juros…” e chama atenção para o desafio do pré-sal.

O pré-sal é um avanço tremendo na conquista da exploração de águas profundas e seus subsolos. Eles não estão exagerando muito  quando comparam isso aos desafios da corrida espacial. O artigo coloca como os EUA não podem ficar “fora dessa” porque a China está em cima, na disputa por relações e empréstimos para direcionar as encomendas da Petrobras.

O artigo inteiro está neste endereço: http://www.investors.com/NewsAndAnalysis/Article.aspx?id=503235&Ntt=brazil

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized