O fim da TV Globo como conhecemos – O que representaria a perda dos direitos do Brasileirão

O portal Vermelho traz com o título “Boa Notícia” a quase certa perda da Globo dos direitos do Campeonato Brasileiro de Futebol (Brasileirão) entre 2012 e 2014. (leia mais aqui).

Não sei se é boa notícia, mas se realmente ocorrer, o que significa essa mudança nos direitos do futebol para a TV Globo? Praticamente o fim do império dela como a líder isolada de audiência no Brasil e o início de um enfrentamento real entre ela e a Record pela posição de maior rede de TV do Brasil, com possível abertura de espaço (pela mudança de hábito) para um terceiro competidor entrar na briga.

Exagero? Não. Os direitos do futebol são a única opção de audiência direto “na veia” disponível para compra (horas e horas dela…) ainda mais no modelo definido pela licitação do Clube dos 13, onde só uma emissora poderá exibir os jogos, e terá poder de definir os horários das partidas. Caso a Record vença ela provavelmente o colocará para quebrar a espinha dorsal da programação da Globo, a combinação entre novelas, Jornal Nacional e linha de shows entre 19:15 e 23:00, essencial pelo faturamento e promoção da grade como um todo.

A negociação tem consequência grandes para a política, democratização da comunicação e mesmo cultura brasileira (e talvez até em alguns casamentos), difíceis de prever ao deslocar a luta Globo X Record para outro patamar.

Para o futebol em si, a notícia seria ótima. Os valores dos direitos de transmissão aumentarão muito (o que deve permitir a manutenção de mais e melhores jogadores no país) e os jogos poderão ocorrer em um horário menos absurdo do que 22:00 da noite, aumentando o público em estádios. E também o número de jogos transmitidos na TV deve crescer, subindo junto o valor dos patrocínios nas camisas. O futebol carrega audiência para onde for e tem nada a perder ao sair da Globo. É uma paixão e hábito maior que qualquer emissora.

A Globo ainda tenta, politicamente, manter os direitos, mas no campo financeiro não tem como concorrer no novo modelo que separa uma licitação para TV (onde a Record, graças a Igreja Universal, tem um fôlego financeiro insuperável) e outro para novas mídias, como internet e celular (onde a Globo não consegue concorrer com as empresas de telefonia, dezenas de vezes maiores que ela).

Dentro da sua programação a Globo terá que mudar sua atitude (arrogante) de ignorar as concorrentes. Ela não terá como fazer isso com o principal campeonato de futebol do país, por conta do efeito que teria nos seus programas jornalísticos, com o risco de danificar a audiência dos telejornais e inviabilizar o Globo Esporte.

A Globo já perdeu o domínio absoluto que teve na audiência da TV aberta até praticamente o fim do século XX. A emergência da Record, diferente de movimentos esporádicos do SBT, Band e Manchete, é ambiciosa, de longo prazo e sistemática, movida por paciência e recursos amplos. É praticamente inevitável, inclusive porque a concentração da Globo era muito grande, artificial, e a Globo tem enfrentado a questão com dificuldade, inclusive de reconhecer e mudar sua cultura interna para enfrentá-la…

Em outras frentes a Globo enfrenta mudanças de hábito (multiplicação de canais na TV por assinatura, internet) e as mudanças tecnológicas e de escala de custo que praticamente a jogaram para fora do mercado de serviço de TV a Cabo (NET) e que tornam muito difícil concorrer de frente com as empresas de telefonia no cenário de convergência digital.

Em outras palavras…não vai deixar de ter muito poder, mas o super poder político e econômico que a Globo tem em relação as demais empresas de conteúdo no Brasil parece estar com os dias contados.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “O fim da TV Globo como conhecemos – O que representaria a perda dos direitos do Brasileirão

  1. Cláudio

    Eu acho que esta mais do que na hora a tal globo perder seus direitos , para da oportunidades para as outras emisoras, pq enquanto a globo estiver com esses direitos as outras emissoras ficam praticamente limitadas.
    VAI RECORD!!!
    E outra coisa: FORA TEIXERA!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s