Os Trapalhões e o politicamente correto

É fato que seria difícil os Trapalhões existirem hoje. Nem emissora, nem classificação indicativa, nem grupos que fiscalizam a qualidade da TV deixariam o programa em paz.

Ainda mais que apesar de ter começado mais voltado para adultos, foram as crianças que logo viraram seu principal público. O programa passava 19 horas de domingo, e era tudo, menos “educativo”. De fato, é bizarro pensar em um programa desses para crianças. Ao mesmo tempo, muitas vezes, os Trapalhões eram geniais!

O curioso é ver esquetes como esses dois abaixo…que se por um lado promovem “preconceitos” ao mesmo tempo os criticam…

As vezes acho que a assepsia do politicamente correto por um lado protege os preconceitos que se tornam “subterrâneos”, não ditos…mas ainda lá. Para mim a questão do enfrentamento de preconceitos tem sua luta no campo simbólico, mas muito mais no campo prático material (igualdade de condições entre homens e mulheres, regionais e entre negros e brancos, por exemplo).

 

Os Trapalhões e as mulheres

 

 

 

Os Trapalhões e os nordestinos

Deixe um comentário

Arquivado em TV

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s