Marina Silva e os corredores quenianos

Você pode estar empolgadíssimo com a candidatura Marina Silva. Desculpe estragar sua ingenuidade, mas…

– Qual a melhor maneira do Gabeira e do Penna usarem o PV para ajudar a candidatura José Serra? Dando 30 segundos de TV e uma estrutura mínima, ou rachando a esquerda, constrangendo o PT e a Dilma, e colocando na disputa uma mulher (Marina Silva) para confrontar outra mulher (Dilma) deixando o ambiente em debates e na mídia melhor para o Serra?

– Essa estratégia não lembra muito a mesma usado por Serra/Kassab usando o PPS para lançar a Soninha contra a Marta Suplicy (mulher X mulher)? O mesmo convite para alguém do PT ser candidato por um partido “auxiliar”, a mesma liberdade para fazer uma campanha “diferente”, com “novos temas” e a mesma intenção de rachar a esquerda. Soninha hoje é subpfrefeita da Lapa, subordinada do secretário Andrea Matarazzo, que por sua vez é subordinado do Kassab, que por sua vez é o principal aliado do…Serra.

– Quem quiser ser ingênuo pode acreditar que o Penna, presidente do PV e vereador da base do Gilberto Kassab (DEM), e que Fernando Gabeira, que quer ter o apoio e apoiar, simultaneamente, José Serra e Marina da Silva não fizeram isso no mínimo (e coloca mínimo nisso) com a autorização do José Serra.

– Marina Silva quebra a esquerda e consegue votos no Rio e no norte do país. Sua imagem certamente pega votos no nordeste e dificulta o uso da história de vida do Lula no apoio à Dilma. Melhor para Serra. Isso tudo acontece e ao mesmo tempo que ela JAMAIS terá chance de ser eleita. Prestem atenção: JAMAIS. E abre uma vereda de críticas a Dilma (corrupta, antiquada, inimiga do meio ambiente). Ou você acha que o principal alvo de Marina na campanha seria o Serra ao invés do governo que existe?

– Por que jamais? ONG não é setor social (trabalhadores, setores do capital ou máquina do estado), não é capaz de definir eleição. Marina não é Obama (ela mesmo sabe disso). Obama se propôs a fazer uma campanha abrangendo TODOS os principais temas para os americanos. Não fez uma campanha em cima de um tema (no caso da Marina, meio ambiente). Por mais importante que seja o tema, não é suficiente, não tem essa maturidade nem aqui, nem em lugar nenhum (deve ter no futuro, mas não hoje e aqui). Nem preciso dizer que o PV também não é o Partido Democrata, nem Lula é Bush Jr.

– Depois da eleição, o PV volta a ser o patético PV e Marina estará com o mesmo papel. Isolada e fora do menos pior dos grandes partidos do país (o PT), que no Acre reúne todo o seu grupo político. A mesma situação que esfarelou Heloisa Helena e transformou Soninha em suco. Ambas até então eram boas alternativas de renovação na política (e Heloísa Helena foi expulsa do PT). Mesmo a Marina sendo muito mais densa, menos personalista e mais embasada, e mais legal que as outras duas.

– Eu adoraria que ela escapasse dessa arapuca e desse um entorta nesse pessoal e negociasse dentro do PT um novo status e um novo papel para a questão do meio ambiente e desenvolvimento sustentável dentro do partido e da candidatura Dilma (mesmo sabendo que isso é difícil também). Que usasse este convite para ser mais malandra que os malandros que a convidaram.

– Marina Silva candidata é a melhor notícia dos últimos tempos. Para a esquerda? Para uma alternativa real de governo em 2010? Para a criação de um partido com projeto nacional viável a esquerda do PT? Não. Para o José Serra e seus aliados. Ah, e aliados do Serra inclui, por exemplo, a senadora Katia Abreu e a CNA, “grandes” amigos do meio ambiente.

– Os corredores quenianos trabalham em equipe nas provas de longa distância. Eles mandam um corredor disparar na frente no começo da prova, o chamado “coelho”, para enganar os competidores, forçando-os a gastar mais forças no começo da corrida. Na hora agá o “coelho”, que entra para perder, desacelera e o verdadeiro membro da equipe que está lá para ganhar aperta o ritmo, ultrapassando os que foram enganados pelo “coelho”. Marina Silva está sendo convidada a ser a coelhinha das eleições 2010. Pena. Quer dizer, Penna.

PS: No exemplo abaixo, para mostrar como funciona o coelho, Marina é representada pelo corredor número 36. E o momento em que ela sai da prova é na passagem do primeiro para o segundo turno.

15 Comentários

Arquivado em Uncategorized

15 Respostas para “Marina Silva e os corredores quenianos

  1. cantacantos

    Isso tudo é possível? Sim. Isso tudo é provável? Não.

    Porque esse esquema depende do conssentimento da figura menos comentada/analisada no post, a própria Marina Silva. Acredito que a ex-ministra é esperta o suficiente para não cair numa armação dessas. Não imagino hoje quais são as suas pretensões políticas, mas tenho certeza que não tem a ver com os tubarões banguelas do PSDB de São Paulo.

    Marina tem muitos cartuchos para queimar. Sua imagem irretocável e experiência política fazem dela uma das figuras mais desejadas das chapas de 2010. Ela sozinha é maior que o PV inteiro.

    []s
    Lucas Mello

  2. Mas…
    Acho que só haverá uma troca de lugares, ou será só mais uma, afinal não esqueçamos a Heloísa Helena…

  3. Gustavo

    sua opinião é parecida com a do ze dirceu. que bom poder escolher. que bom nao ter que votar no psdb nem no pt.

  4. cicero

    Até ontem os lulistas, que se dizem de esquerda (sic), puxavam o saco da Marina.
    Bom, isso até ontem, pois como tudo para esse pessoal “solidário” com as causas do povo, que só fazem a “luta” eleitoral, gira em torno de votar em fulano, votar em cicrano(a), com o boato de Marina se candidatar, pronto, vieram com uma enxurrada de denúncias, acusações, piadinhas, xingamentos, etc, sobre a sua senadora.
    Mais nojento esse pessoal intelectual (“de esquerda” só por que vota no Lula) não fica, pois já desceram até o limbo ao fazerem mil malabarismos para defenderem os neo-companheiros do Lula, como Renan, o Collor, Sarney, a velha oligarquia. E por trás destes o grande patrão deles todos: o Capital, a “elite” (que dizem combater, haha), os banqueiros, os empresários, vide a FIESP (Skaf e cia), super felizes com gov. Lula, segurando e freiando a luta dos trabalhadores através das burocracias sindicais (PT, PCdoB, CUT, Força, CTB, etc).
    Não atoa toda a “elite” internacional está maravilhada com Lula, acertaram na mosca, pois sabemos que o Grande Capital pecisa (áté necessário mesmo) de governos ditos “de esquerda”, populistas, para socorrê-los em suas constantes crises. exemplos na hist[oria não faltam.
    Tem lulista chegando ao ponto de defender até a IURD, pois, segundo eles, a denúncia da Globo contra o bispo é para derrubar o Lula.
    Tenha santa paciência, esses pseudo-esquerdistas, que estão é faxendo o jogo da “elite” e do Capital, pois são estes que mandam, há muito tempo, aqui nessa democracia (dos ricos).

    Chega, essa nojera já deu, fui.

    Um abraço aos lutadores.

  5. Caro,

    Voce até pode ter tipo lampejos de luz ao dizer que os bastidores da política nacional é mais podre do que resíduos de pocilga.

    Com certeza esta gentalha que dominou o poder do Brasil , cito PMDB, PT, PSDB, DEM e tantos outros, além dos miseráveis que vivem das migalhas, como PTB, PSOL, PSTU, PV,Pesse e P aquele (TODOS ELES) são mesmo cobras em um covíl.

    Mas ainda temos que colocar o ser humano, acima das instituições.

    Marina Silva é uma pessoa que traz novamente esperança.

    Lula trazia esperança. Se mostrou uma pessoa totalmente diferente do que se mostrava ser, durante toda sua tragetória atras do poder.

    Porém, acredito que Marina Silva, será diferente. Por ser mulher, por ser ambientalista, por suas posições enquanto esteve no poder.

    Penso que no seu post, esteja faltando outros fatores, maiores dos que os que voce se lembrou.

    Falta a alma humana e a esperança.

    Nunca se esqueceça disto parcero!

    KURUPIRA

  6. Não concordo com a tua análise. O fato de Marina não se eleger não significa que não deva se candidatar. Ela pode definir um novo campo da esquerda – ainda sem a penetração do PT – mas de raízes distintas do movimento sindical paulista (sei que não é a única origem do PT, mas é hegemônica) e reunir alguns descontentes com procedimentos errados do PT que abandonaram o barco (Cristovam Buarque, Gabeira, Luiz Eduardo Soares, etc.). Acho importante o surgimento desse campo na esquerda brasileira. E não vejo grande vantagem para o Serra nesse aspecto. A transferência de votos da Marina para Dilma no segundo turno deve ser maciça, caso tudo se confirme como imaginamos.
    Claro, tudo isso dependerá de como ela construirá seu arco de alianças. Se for apenas um moralismo rasteiro, como anda fazendo Gabeira, é bobagem. Se, porém, quiser mesmo se apresentar como algo distinto de tudo que temos, vale a pena arriscar.

  7. José Chrispiniano

    Obrigado pelos comentários, bem fundamentados e respondendo apenas algumas coisas dele

    cantacantos – Marina tem uma dimensão maior do que o PV, mas as estrutruras partidárias são traicoeiras e complicadas. Tanto no PT como em outros casos (Erundina no PSB, por exemplo) elas podem esvaziar uma pessoa/um projeto político.

    Anísio F.C – Heloísa Helena e PSOL foram (ou são…) uma tentativa de construção de algo a esquerda do PT bem mais focada ideologicamente que Marina Silva e PV. (A Marina Silva nem é da esquerda dentro do PT). A Marina pode vir a fazer algo incrível no PV, mas os que acham que vai ser uma proposta socialista, por exemplo, algo como o PSOL, estão viajando muito…

    Gustavo – é bom poder escolher. Mas na hora agá a escolha (eleitoral, de quem governará) ainda será entre os arcos políticos/projetos capitaneados pelo PT e PSDB. Ao menos é o que eu acho.

    Cicero – entendo sua crítica e ponto de vista. É válido. Mas de novo, não acho que PT e PSDB são iguais, para o bem e para o mal. Com certeza não representam a mudança que você almeja, mas não são iguais, nem nos efeitos práticos dos seus governos, tanto que ainda existe uma direita furiosa contra o PT.

    Daniel – As pessoas e suas personalidades são importantes, mas também o contexto em que elas estão inseridas e as dinâmicas sociais. Não dá para acreditar, ou fazer uma análise baseada apenas e tão somente na questão pessoal. Nada é tão simples também nisso. Marina Silva nem foi uma ministra perfeita, nem a figura e os cálculos de Lula são tão simples.

    Moche – De fato ganhar eleição não é o único motivo válido para se candidatar. Construir uma plataforma política, reforçar um partido, chamar atenção para um tema ou denunciar uma estrutura falida são outros bons motivos. A principal, colocada pel própria marina, é trazer o meio ambiente para o centro do debate e unir forças em um partido em torno disso. Mas não acredito na hipótese de construção partidária no PV. Posso estar errado mas é a minha avaliação.
    As vantagens de Serra com a candidatura da Marina são imensas. A questão aí é menos de transferência de votos e mais de ambiente e dinâmica do debate de campanha. Que assuntos serão discutidos, interação entre candidatos, percepções de personalidade, e mesmo o obscuro campo da arrecadação de recursos etc…
    Preciso escrever um post do que acho do Cristovam Buarque. Ele tem o mérito de ter criado a Bolsa Escola, mas sua atuação no MEC foi desatrosa, e a mídia apagou isso porque ele cumpre função utilitária contra Lula.

  8. José Chrispiniano

    Desculpe os erros de digitação e gramática no “comentário do comentários”…foi redigido rapidamente…mas espero que as ideias ao menos estejam claras.

  9. Grande Zé!

    O PV é tão complicado… Rondônia, estado de fronteira agrícola aberta, que o diga…

  10. Acho tão esquisito isso.Ir para o PV?Ser partido verde com um sarney lá dentro,pra mim,desculpem se estou errada,mas não poderia ser pior.

  11. veronica

    É, é uma opção perigosa e deve estar fazendo a alegria da direita tucana. Mas tenho uma dúvida. Vc. diz que a candidatura de Marina “quebra a esquerda”. Tem certeza de que o PT ainda é esquerda? Tenho a impressão que de tudo está virando PMDB, na alma, no modus operandi… E “quebrar a esquerda” seja uma maneira torta de tentar reencontrar a esquerda. Não sei. Francamente em dúvida.

  12. conradoo

    Tenho dois problemas contra a candidatura Marina.

    O primeiro se refere à maneira pela qual lida com a própria religião (Assembleia de Deus), usando espaços e recursos públicos para propaganda de uma empresa particular. Talvez mais graves sejam as implicações disso nos debates e votações (ela é criacionista e acha que a visão bíblica deve ser ensinada nas escolas públicas, só pra ficar nesse exemplo ).

    O segundo é o PV. Mesmo santa, Marina estaria comprometida. Não podemos nos esquecer que o PV é um partido meramente fisiológico, governando em coalizão (no executivo ou como base legislativa de apoio) com todos os grandes partidos – do DEMO ao PMDB, do PSDB ao PT.

    Essa onda de “questão ambiental” é bonita, implica em ações pontuais pelo partido, mas na conta do cotidiano a natureza vira troco. A governabilidade, enfim.

    A Marina é maior do que o PV. Mas pra fazer campanha precisa de dinheiro. E os empresários, ao contrário do povão, votam em projetos, não em pessoas. O fluxo do financiamento teria como torneira a velha direção do PV. E quem paga a banda escolhe a música. Marina não bate no Serra. Ou o dinheiro seca. Talvez nem na Dilma bata. Não importa.

    É por demais evidente que a simples existência da candidatura Marina – considerando o fator PV – prejudica muito mais Dilma que Serra. Elas disputam alguns dos mais importantes segmentos. Mesmo que Dilma seja muito maior que Marina, o prejuízo eleitoral – por justo que seja – seria uma diminuição da diferença para Serra (poderia ter dito aumento, mas aposto que a Dilma passa o Serra antes de julho).

    Sem contar o estardalhaço do #PIG, né? Imaginem!

    Ah, só uma coisa: não voto Dilma. Nem Serra. Nem Marina. Sou PSOL. Mas não dá pra deixar de enxergar uma tática tão óbvia. Nem precisa ser cientista político pra perceber.

  13. Observador

    Acho a análise perfeita, mas considero a possibilidade da senadora ter entrado nessa realmente acreditando que poderia “refundar” o PV e emplacar uma terceira via em 2010, ou seja, ela foi no mínimo ingênua.

    Cada vez mais sinto que ela “deu com os burros n’água”. O PV é um mini PMBD e a principal ideologia deles é “não ter ideologia”. Fazem negócio com qualquer um e a qualquer preço. Ela não está conseguindo mudar isso e já deve estar se arrependendo do caminho que escolheu.

  14. Wanderlei

    Não sei mas, os ultimos comentarios da Marina está sendo complicado, eu gosto dela mas por exemplo, em relação ao Etanol ela foi em Wanshigton D.C. (EUA) dizer que nós não precisamos de ser líder no Etanol, porem o etanol é uma solução nossa e nós devemos liderar sim a produção de etanol, depois disse que o Irã é contra os direitos humanos, e os EUA que já mataram tanta gente, fala mal do governo que participou por sete anos. Ela está muito bem alinhada com o Serra e vai até ter apoio dele em eventual segundo turno e o pior ela vem com esse discurso de Meio Ambiente atrelado com desenvolvimento, mas ela acha que não desenvolvendo regiões da Amazônia ela está protejendo a floresta, isso é papo furado, o Amazonas não é interligado com o resto do país ela fez de tudo para não terminar a br319 ela esquece das necessidades das pessoas que moram ao longo da br, proteje o meio ambiente mas não ajuda o cidadão que pode estar duramente enfermo e não sai de lá pq não tem estrada, me diz o q é isso? ela anda de avião, mas as pessoas que vivem realmente lá na br não tem condições Marina para mim é um engano e entreguista, eu odeio qualquer representante que fale e faz o que os EUA gostam!!! Esta é minha sincera opinião.
    Moro em Manaus, gosto da vida pessoal da Marina,pois é uma bonita história mas esse alinhamento com Serra e EUA para mim é d+, por isso eu vou de Dilma Presidente!!

  15. Juliana

    Um sopro de inteligência …. Ler esse texto me trouxe um alívio… Política não se faz com essa ingenuidade, por trás da Marina está o PV. O que é o PV??? Quem votou na Marina acredita em “Super-herói”… e pode ter ajudado a devolver esse país ao PSDB. Parabéns!!!

    Parabéns pelo texto!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s